Musas Eternas: Jennie Lee

Musas Eternas: Jennie Lee

Num mundo tão moderno e cheio de novidades, Loco A Go Go curte, trazer algumas boas coisas do passado e um dos temas que mais curto do passado são as “Musas”.

Sei lá hoje em dia se valoriza demais a paranoia. Paranoia no que diz respeito ao perfil feminino… mulheres magras, visual anoréxico, trabalhadas na musculação virilizando seus corpos, ou usando uma moda vulgar, que não causam excitação nenhuma…

Então vamos buscar umas musas do passado pra ver se orientamos novos rumos, colocar um pouco de curvas, desejo, sensualidade, erotismo, mistério nas musas de hoje em dia e ai criei a serie: Musas Eternas!!

A primeira em destaque será Jennie Lee!!

Jennie Lee
Nascida em 1928 em Missouri (US) e batizada como Virginia Lee Hicks, começou sua carreia em shows burlescos como garota do coro, que eram aquelas que ficavam mais atrás da corista principal, dando suporte musical.
Mesmo sendo muito tímida, foi encorajada a seguir em frente e fazer o ato principal de “Stripper”.
Jennie Lee

Sua carreira continua e se fortalece quando se muda para Los Angeles(US) onde passa a ser conhecida como “The Bazoom Girl” e chega ao ponto de inspirar o duo Jan e Dean (precurssores do surf music vocal) que compuseram o hit top 10 Jeannie Lee.

Se liguem nesse som…. e foi top 10!!!
Por tras dos bastidores Jennie fundou e foi a primeira presidente da Liga das Dançarina Exóticas da America do Norte, uma espécie de sindicato das coristas e stripper, que acabou por conseguir pagamentos justos e boas condições de trabalhos, pra essa profissão imprescindível!!
Jennie Lee

Já vimos que Jennie não era só de rodopiar seus belos seios e mais uma vez protagonizou algo revolucionário, a criação do Exotic World.Como o fim da Era Dourada do Burlesco, Jennie reuniu uma serie de itens pertencentes a grandes striper e atrizes do burlesco, como: Tempest Storm, Lili St Cyr, Gypsy Rose Lee e de artista do cinema, tal qual: Mae West e Jayne Mansfield.

Depois que Jennie foi diagnosticada com câncer no seio, se mudou junto com seu marido e sua enorme coleção para uma fazendo de cabras em Helendale, no deserto de Mojave, na California (US) e transformou o lugar no Exotic World, um museu dedicado a Arte E historia do Burlesco.

Exotic World Museum

Jennie, faleceu em 1990 e a Dixie Evans, outra stripper aposentada, assumiu como curadora do museu (que fatalmente veremos nessa série) e em suas mãos o local passou a sediar o Miss Exotic Wold, um espécie de Miss Universo focado em garotas do burlesco, também instituiu um Hall da Fama para o Burlesco.

Em 2007 o museu de Jennie fechou suas portas, mas não para encerrar suas atividades e sim para reabrir em grande estilo em Las Vegas como Burlesque Hall Of Fame.

Uma homenagem justíssimas a todas as garotas de “ramo” e principalmente a Jennie Lee!

Pra finalizar, temos de deixar uma performance de Jennie, repare como mesmo sem a estrutura da seculo XXI ela sabe o que faz com seus “artefatos”…


Pronto a serie começou…. em breve novas “antigas” musas. Quer sugerir ou até mesmo implorar pela sua predileta??? Escreva para contatoagogo@gmail.com

Nota: Todas as Imagens foram “pilhadas” da rede, fica aqui nosso agradecimento!

One Comment

  1. If some one needs expert view regarding running a blog then i recommend
    him/her to visit this blog, Keep up the nice job.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *